SEMINÁRIO PSICANÁLISE E PSIQUIATRIA

De 12 de janeiro a 2 de fevereiro (toda terça-feira de janeiro e a primeira de fevereiro), às 19:30h, acontecerá na seção Rio de Janeiro do Corpo Freudiano o seminário “Psicanálise e Psiquiatria” coordenado por Marco Antonio Coutinho Jorge e Felipe Castelo Branco.

O tema desse seminário (que nasce com a intenção de converter-se em um seminário permanente) é a atual síndrome do pânico, tão tematizada no campo psiquiátrico.

Para se inscrever envie uma mensagem para:

riodejaneiro@corpofreudiano.com.br, com seu nome completo e telefone.

Segue uma programação preliminar:

12/01/2010: “Os ataques de pânico: uma questão antiga” e “A ‘pré-história’ do transtorno de pânico”, caps. 3 e 4 de Psicopatologia dos ataques de pânico, de Mário Eduardo Costa Pereira. São Paulo: Escuta, 2003.

19/01/2010: “Criação do ‘transtorno de pânico’: os discursos psiquiátricos contemporâneos”, cap.1 de Pânico e desamparo, de Mário Eduardo Costa Pereira. São Paulo: Escuta, 2008.

26/01/2010: “O pânico na psicanálise: a contribuição freudiana”, cap. 3 de Pânico e desamparo, de Mário Eduardo Costa Pereira. São Paulo, Escuta, 2003.

02/02/2010: “O estatuto psicopatológico do pânico: entre a psiquiatria e a psicanálise”, cap. 12 de Psicopatologia dos ataques de pânico, de Mário Eduardo Costa Pereira. São Paulo: Escuta, 2003.


 

PROGRAMAÇÃO

2º Semestre de 2009

Início: 11 de agosto | Término: 26 de novembro

FORMAÇÃO BÁSICA

MÓDULO: INTRODUÇÃO ÀS ESTRUTURAS CLÍNICAS

Quintas-feiras, horário: 9:30h. às 11:30h., semanal
Início: 13 de agosto - Término: 26 de novembro

Professores: Denise Maurano, Marco Antonio Coutinho Jorge e Nadiá Paulo Ferreira

Marco Antonio Coutinho Jorge

1. Introdução às estruturas clínicas

2. Perversão

Datas: 13, 20 e 27 de agosto e 3 de setembro

Denise Maurano

Psicose

Datas: 10, 17 e 24 de setembro e 1º e 8 de outubro

Felipe Castelo Branco (Convidado)

Melancolia

Data: 15 de outubro

Nadiá Paulo Ferreira

Neurose

Datas: 22 e 29 (convidada) de outubro e 5, 12, 19 e 26 de novembro

Laéria Fontenele (Convidada)

Neurose Obsessiva

Data: 29 de outubro

 

FORMAÇÃO PERNANENTE
 

Atividades recomendadas para os Associados em Formação Básica.
 

TERÇA-FEIRA


GRUPO DE ESTUDO

LEITURA DOS ESCRITOS TÉCNICOS DE FREUD E LACAN

com Maria Teresa Gomes Teixeira

Horário: 16:30h. às 18:00h., quinzenal

Início: 11 de agosto

Neste segundo semestre/2009, terminaremos de ler os textos de Sigmund Freud, "Análise terminável e interminável" e "Construções em análise", considerados os dois últimos escritos sobre a técnica psicanalítica. E, dando continuidade às reflexões sobre a problemática da técnica, apresentaremos o documentário "Olhos azuis" como possibilidade de pensar questões diversas, dentre elas, o lugar do analista. Em seguida, faremos a leitura textual de "A direção do tratamento e os princípios de seu poder" (1958), dos Escritos de Jacques Lacan.
Nossa visada é interrogar o lugar da interpretação na psicanálise e o desejo do analista na direção do tratamento, com a perspectiva do entrelaçamento da estratégia (transferência), da tática (interpretação) e da política (ética) no contexto do manejo transferencial.

 

GRUPO DE ESTUDO

A PRIMEIRA TÓPICA EM FREUD E LACAN

com Felipe Castelo Branco

Horário: 16:30h. às 18:00h., quinzenal

Início: 18 de agosto

Nesse semestre, o grupo vai continuar trabalhando nos textos freudianos fundamentais, iniciando com a leitura e comentário de "A psicopatologia da Vida Cotidiana".

 

GRUPO DE ESTUDO

LEITURA DO SEMINÁRIO, LIVRO 20: MAIS, AINDA

com Felipe Castelo Branco

Horário: 18:00h. às 19:20h., semanal

Início: 11 de agosto

Nesse semestre, o grupo vai continuar trabalhando no estudo do texto de Lacan, fazendo as articulações entre Psicanálise e Filosofia que se apresentam necessárias para o seu aprofundamento. Entretanto, em toda última terça-feira do mês, nos dedicaremos à leitura de um texto filosófico, fazendo conexões entre filosofia e psicanálise.

 

SEMINÁRIO

LEITURA DO SEMINÁRIO 5: AS FORMAÇÕES DO INCONSCIENTE

com Marco Antonio Coutinho Jorge

Horário: 19:30h. às 21:00h., semanal

Início: 11 de agosto

Exceto a última terça-feira do mês

Dentro do quadro de estudos preparatórios para o II Encontro Nacional do Corpo Freudiano em setembro de 2010 no Rio de Janeiro, cujo tema será Histeria, obsessão, fobia - a neurose em análise, foram estudados no primeiro semestre deste ano alguns textos que fornecem uma maior compreensão à noção de pré-psicose ou, na terminologia lacaniana, psicose não desencadeada. Trata-se de uma noção fundamental para o diagnóstico diferencial (neurose e psicose) necessário de ser estabelecido, ou pelo menos, cuidadosamente ponderado, nas entrevistas preliminares. Para isso, os artigos clássicos de Helene Deutsch sobre os pacientes "como se" (as if), aos quais Lacan se refere por duas vezes ao longo de seu seminário, nos servirão como uma rica fonte de investigação inicial. Outros temas se revelam de interesse para o assunto da pré-psicose: suplência na psicose (Lacan), falso self (Winnicott), semblant (Lacan), estabilização da psicose etc.

Ao longo do trabalho, foi levantada uma razoável bibliografia sobre o assunto, da qual outros textos foram selecionados para estudo no seminário. Na Secretaria, podem ser obtidas cópias dos textos mais importantes de Deutsch, que foram traduzidos do inglês para o português pela psicanalista Eliana Mendes, do Círculo Psicanalítico de Minas Gerais, e do francês, pela psicanalista Márcia Werneck, do Corpo Freudiano Seção Rio de Janeiro.

Bibliografia sobre H. Deutsch:

BRIEHL, Mario H., “Helene Deutsch – A maturação da mulher”, in ALEXANDER, F., EISENSTEIN, S., GROTJAHN, M. (orgs.), A história da psicanálise através dos seus pioneiros – v.1, Rio de Janeiro, Imago, 1981.

DEUTSCH, H., "Sur la psychologie des états maniaco-dépressifs, en particular de l'hypomanie chronique (1933), in Les "comme si" et autres textes (1933-1970), Paris, Seuil, 2007; "Un type de pseudo-affectivité ("comme si") (1934), in op.cit.; "Quelques formes de troubles affectifs et leur relation à la schozophénie" (1942), in op. cit.; "L'imposteur" (1955), in op. cit.; "Aspects cliniques et théoriques des personnalités "comme si" (1965), in op. cit.;

FELDMAN, Sandor F., “O papel do ‘como se’ na neurose”, in Psychoanalytic Quarterly, nº 31, 1962.

ROSS, Nathaniel, “O conceito de ‘como se’”, in Journal of the American Psychoanalytic Association, v.15, nº 1, 1966.

ROUDINESCO, E. e PLON, M. verbete "Deutsch, Helene", in Dicionário de psicanálise, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1988.

SAMACHER, Robert, Personalité “as if” et structure, in Bulletin, Paris, École Freudienne, nº 39, outubro de 1992.

SAYERS, J. Mães da psicanálise, cap. 1: "Helene Deutsch", Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1992.

Bibliografia sobre pré-psicose:

LAJONQUIÈRE, C. de et alii, “Quelques questions sur la prépsychose”, in Fondation du Champ Freudien, Clinique différentielle des psychoses, Paris, Navarin,1988.

PALOMERA, V. et alii, “Du phénomène à la structure”, in Clinique différentielle des psychoses, op.cit.

 

SEMINÁRIO

PSICANÁLISE E LITERATURA
com Nadiá Paulo Ferreira

Horário: 20:00h. às 21:00h., mensal

Última terça-feira do mês.

Datas: 25/08; 29/09; 27/10 e 24/11

O objetivo desses encontros é a leitura dos escritores e a tessitura de comentários sobre suas obras, guiados pelo desejo de saber e não pelo desejo de compreender. Nesse sentido, adverte-nos Lacan:

“Há dois perigos em tudo o que tange à apreensão de nosso campo clínico. O primeiro é não ser suficientemente curioso. Ensina-se às crianças que a curiosidade é um defeito feio, e, em geral, é verdade, não somos curiosos, e não é fácil provocar este sentimento de maneira automática. O segundo é compreender. Compreendemos sempre demais, especialmente na análise. Na maioria das vezes, nos enganamos (Lacan, Jacques. O seminário, livro 2: o  eu  na  teoria  de Freud e na técnica da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1985, p. 185).

“Comentar um texto é como fazer uma análise. (…) Uma das coisas que mais devemos evitar é compreender muito, compreender mais do que existe no discurso do sujeito. Interpretar e imaginar que se compreende, não é de modo algum a mesma coisa. É exatamente o contrário. Eu diria mesmo que é na base de uma certa recusa de compreensão que empurramos a porta da compreensão analítica” (LACAN, Jacques. O seminário, livro 1: os escritos técnicos de Freud. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1979, p. 90).

Dando continuidade ao tema do estranho que, no semestre passado, foi estudado em sua relação com o duplo, vamos abordá-lo, agora, em sua relação com o assombro e com a familiaridade. Para tal, o autor escolhido é Fernando Pessoa.   

Bibliografia

Texto ficcional:

PESSOA, Fernando. Obra em prosa. Rio de Janeiro: Aguilar, 1976.

______.  Obra poética. Rio de Janeiro: Aguilar, 1977.

______.  A Hora do diabo. Edição de Teresa Rita Lopes. Lisboa: Assírio & Alvim, 1997. Col. Obras de Fernando Pessoa / Ficção 1. 

Textos teóricos básicos:

FREUD, Sigmund. “O estranho”, 1919. In Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, v. XVII.

LACAN, Jacques. "O estádio do espelho como formador da função do eu", In: Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

 

QUARTA-FEIRA


SEMINÁRIO

CINCO CASOS CLÍNICOS DE FREUD: HOMEM DOS RATOS, DORA, SCHREBER, HOMEM DOS LOBOS E PEQUENO HANS

com Jorge Luis Vicente de Barros

Horário: 8:30h. às 10:00h., semanal

Início: 12 de agosto

Local: SALA 34 do IPUB/UFRJ

Sabemos que na psicanálise tratamento e pesquisa caminham juntos e que o grande laboratório de Freud foi o seu divã. Foi assim que ele, escutando cada analisante, pode construir todo arsenal conceitual do funcionamento - dinâmico e econômico - do psiquismo, além de nos deixar um legado de recomendações técnicas. Assim, desde o começo de 1890, seus analisantes lhe ensinaram muito do que ele nos deixou como testemunho de seu percurso e nos convocando a dar continuidade em tentar dar conta do que vem a ser psicanálise. Com seus analisantes, Freud pode refinar a sua técnica e rever seus conceitos, abrindo perspectivas impressionantes para novos pontos de vista, confirmando ou sendo forçado a retificar, ou até mesmo abandonar, hipóteses acalentadas. A importância de perscrutarmos esses casos clínicos freudianos se constitui como uma obrigação de todos aqueles que enveredam pelo caminho da psicanálise. Eles nos dão o testemunho de sua formação como psicanalista e da criação daquilo que conhecemos como psicanálise. 

Para o ano de 2009, pretendemos nos debruçar sobre o caso "O homem dos ratos", na perspectiva de, a partir desse caso, esmiuçarmos a neurose obsessiva pois, como nos disse Freud em 1926, "a neurose obsessiva é indubitavelmente um dos temas mais instigantes da pesquisa psicanalítica", valendo acrescentar a riqueza com que essa clínica nos é apresentada, como aspectos fundamentais no entendimento da neurose.

Além do exposto, é importante salientar que esse seminário mostra-se consoante com a proposta de trabalho do Corpo Freudiano em promover "a neurose em análise" como tema para o II Encontro Nacional de 2010, constituindo-se como campo preparatório.

Bibliografia básica: Freud, S., Um caso de neurose obsessiva; Os atos obsessivos e as práticas religiosas; Recordar, repetir e elaborar; Mais além do princípio do prazer; Inibição, sintoma e angústia.

OBS.: Esse Seminário será franqueado aos alunos do Curso de Especialização em Clínica Psicanalítica do IPUB/UFRJ.

 

SEMINÁRIO

A ANGÚSTIA ENTRE O GOZO E O DESEJO

com Angela Carpes

Horário: 9:00h. às 11:00h., quinzenal

Início: 12 de agosto

SEMINÁRIO

AS FORMAÇÕES DO INCONSCIENTE

com Sonia Leite

Horário: 9:00h. às 11:00h., quinzenal

Início: 02 de setembro

A proposta desse semestre se alinha dentro de um estudo que visa nosso II Encontro Nacional que ocorrerá em 2010, no Rio de Janeiro, cujo tema é Histeria, obsessão, fobia - a neurose em análise. A parti da temática A lógica da castração, presente no Seminário 5, o objetivo é a discussão dos conceitos de angústia de castração, complexo de Édipo, metáfora paterna e sua foraclusão visando delinear as diferentes estruturas clínicas (neurose e psicose).

GRUPO DE ESTUDO

PSICANÁLISE E CULTURA

com Evair Marques

Horário: 11:00h. às 12:30h., quinzenal

Início: 12 de agosto

GRUPO DE ESTUDO

O CONCEITO DE GOZO NA PSICANÁLISE

com Heloneida Neri

Horário: 11:00h. às 12:30h., quinzenal

Início: 19 de agosto

Datas: 19/08; 2, 16 e 30/09; 14 e 28/10; 11 e 25/11

Em continuidade à temática desse grupo de estudos no que se refere aos fundamentos propostos por Freud e a consequente conceituação lacaniana do gozo, daremos prosseguimento neste semestre à leitura de Mais Além do Princípio de Prazer (Freud, 1920).

 

SEMINÁRIO

LEITURA DO SEMINÁRIO 3: AS PSICOSES

com Nadiá Paulo Ferreira

Horário: 16:00h. às 17:30h., semanal

Início: 16 de agosto

Local: Sala de Literatura Portuguesa, 11º andar, Bloco A (UERJ)

 

 

QUINTA-FEIRA


SEMINÁRIO

LEITURA DO SEMINÁRIO, LIVRO 8: A TRANSFERÊNCIA

com Nadiá Paulo Ferreira
Horário: 11:30h. às 13:00h., semanal
Início: 13 de agosto

Exceto a última quinta-feira do mês.

Depois de termos estudado “A mola do amor: Um comentário sobre o Banquete de Platão”, a relação entre o objeto do desejo e a dialética da castração e a triologia de Paul Claudel, O Refém (L’Otage), O Pão duro (Le Pain dur) e O Pai humilhado (Le Père humilé), vamos estudar, esse semestre, os seguintes capítulos: “O mito de Édipo hoje: um comentário da trilogia dos Coûfontaine, de Paul Claudel” e “O Grande I e o pequeno a”.    

 

GRUPO DE ESTUDO

MATEMÁTICA E PSICANÁLISE

com Antonio Carlos Borges

Horário: 11:30h. às 13:00h., mensal

Início: 27 de agosto

Última quinta-feira do mês.

Conceitos que serão abordados: Conjunto dos Números Reais; Conjunto dos Números Irracionais; Conjunto dos Números Complexos; União, Intersecção e Complementar; Razão, Proporção e Média Harmônica; Unidade Imaginária (raiz de -1); O Fi; A Sequencia de Fibonacci.

Sugestão para leitura: As significações do falo (Escritos, p.70) A presença Real (Seminário 8: a transferência, p.250; 256; 257)

 

Grupo de Estudo

UM TEXTO DENTRO DE UM CONTEXTO: SHAKESPEARE, SUA VIDA E SUA OBRA - O CICLO DAS HISTÓRICAS

com Lourdes Benévolo

Horário: 14:00h. às 16:00h., quinzenal

Início: 13 de agosto

Datas: 13 e 27/08; 10 e 24/09; 8 e 22/10; 05 e 19/11

Abordaremos o Ciclo das peças Históricas de Shakespeare: origem; objetivo; conflitos; trama e celebrações finais. Num segundo momento, estudaremos a peça Ricardo III.

 

SEMINÁRIO

A INTERPRETAÇÃO E O ATO ANALÍTICO

com Lucia Perez

Horário: 14:00h. às 15:30h., quinzenal

Início: 20 de agosto

Datas: 20/08; 03 e 17/09; 01 e 15 e 29/10; 12 e 26/11

 

SEMINÁRIO

PESQUISA SOBRE TOXICOMANIAS

com Heve Barros

Horário: 17:00h. às 18:30h., semanal

Exceto a última quinta-feira do mês

Início: 13 de agosto 

As toxicomanias são temas que preocupam as autoridades, os médicos, os intelectuais, a segurança e todas as políticas públicas implementadas pelos governos. Proibir ou descriminalizar são movimentos que colocam o toxicômano na mira da lei, como alguém sempre associado ao tráfico de drogas e à violência urbana. As questões que surgem nesse âmbito são inúmeras: Por que as toxicomanias causam tanta mobilização? Seria porque as toxicomanias colocam em cena um gozo fora do sexo? Vamos abordar essas questões e outras que poderão surgir a partir dos textos de Freud e Lacan.

Bibliografia proposta:

FREDA, F.-H. "SPLD (“Sem-pai, a droga”)", 1994. In: A vocação do êxtase: uma antologia sobre o homem e suas drogas. L. BITTENCOURT (org). Rio de Janeiro, Imago/UERJ, 1994.

FREUD, S. "O Mal-estar na Civilização" (1930). In: Obras completas. Vol XXI. Rio de Janeiro: Imago, 1976. 

LACAN, J. Seminário 17 (1969-1970): O avesso da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 1992

_______. Seminário 16 [1968-1969]: De um Outro ao outro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.  

_______. Seminário 22: RSI. 1974.

MASSON, Jeffrey Moussaieff. A Correspondência Completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess 1887-1904. Rio de Janeiro: Imago,1986

 

SEXTA-FEIRA


ESTUDO DE CASOS

Horário: 19:00h., mensal
Início: 28 de agosto

Toda última sexta-feira do mês

28/08: Entrevistas preliminares

Lucia Peres

25/09: Neurose obsessiva: o homem dos ratos (1909)

Evair Aparecida Marques

30/10: Fobia: o pequeno Hans (1909)

Teresinha Costa

27/11: Neurose histérica: Elisabeth Von R. (1892)

Sonia Leite

 

Sugestões de Leitura


 




 

 

Rua São Manuel, 31 • Botafogo • Rio de Janeiro • RJ
CEP 22290-010 • tel: (21) 2295-0337
riodejaneiro@corpofreudiano.com.br